Autoria: Leonor Alves, MEBiom (IST)

O Oceanário de Lisboa foi inaugurado durante a Exposição Mundial de ’98, cujo tema se encaixa perfeitamente na missão do oceanário: ‘os oceanos: um património para o futuro’. Além de ser um dos maiores aquários da Europa, onde centenas de espécies coabitam, tem tido um papel fundamental na consciencialização para a conservação dos oceanos. Este papel é desenvolvido em várias vertentes; entre elas, a organização de eventos ou exposições temporárias que mostrem aos seus visitantes a importância do oceano e a necessidade de o preservar. ONE é o mais recente esforço neste sentido.

Entramos numa sala totalmente às escuras, luzes começam a dançar no chão, imitando a espuma do mar, vista do alto de uma falésia. Os imponentes ecrãs acendem-se, 5 de cada lado da sala, mostrando imagens quase que em espelho, mas sempre um pouco diferentes. E rapidamente nos perdemos nas imagens mostradas, nos relatos em diversas línguas, na beleza e no poder do oceano.

Totalmente filmado em espaço marítimo português, entre as ilhas e o litoral continental, as imagens capturadas mostram de tudo um pouco: imagens subaquáticas – mergulhos com tubarões e mantas –, imagens de drone – a beleza e poder únicos do mar –, caras marcadas pelo mar – pescadores, surfistas, mergulhadores, gente que vive de e com o mar.

Leave a Reply