Pragmático, observo,
e sinto sem te dizer
que viver longe de ti
é uma vida longe de ser.

Porque agosto já não aquece,
e o inverno passa devagar.
Porque se o mundo estivesse ocupado,
eu dava-te o meu lugar.

E quando me lembro
do inverno que sabia a verão,
em nossa casa,
tão perto daqui

não me preocupo
e fico pasmado
com cada pedaço de paraíso
que via em ti.

– Anónimo

Leave a Reply