Autoria: Bruno Lões

    Amigos, Egípcios, Camponeses cedam-me a vossa atenção! Será talvez por intervenção divina que, de repente, o construtor de pirâmides vê no humilde camponês da bacia do Nilo o apogeu máximo da virtude e dotado dos mais altos predicados. Ao último faz chegar uma mensagem, anunciando uma ideia tão inovadora, tão simples e tão  revolucionária, que porém só poderá ser exposta mediante um encontro. Mas dúvidas não há que o construtor de pirâmides é um homem honrado, como aliás são todos os construtores de pirâmides,  todos eles homens honrados!

O construtor confirma um aparente estilo de vida faraónico, ostentando uma luxuosa biga, despertando o desejo de riqueza e procura de melhores condições entre os habitantes incautos da bacia do Nilo. Certamente se suspeitaria de tamanho altruísmo, esquecer os seus próprios desejos de riqueza, utilizando o seu conhecimento não para si mas para tornar os seus conterrâneos ricos! Ah! Mas construtores de pirâmides são homens honrados!

Arrebatado por promessas de autonomia financeira, dinheiro fácil e 7 domingos por semana, fascinado por termos enigmáticos como Forex e troca de moeda, o humilde concorda em encontrar-se com o magnânimo empreendedor que lhe explicará tão distinta e elevada ideia. O rooftop da esfinge é por norma o local de eleição para um café, pago obviamente pelo camponês. Um canalha ardiloso poderia aproveitar-se. Porém, os construtores de pirâmides são homens honrados!

O construtor de pirâmides é um ser resiliente, de uma excelente capacidade de adaptação. Quando o Nilo se tingiu de sangue, o construtor de pirâmides sentiu-se na obrigação de encontrar novos métodos para proceder com o seu empreendimento. Recorreu aos estafetas Zoom para intermediarem as  comunicações. Não serão as pragas a impedir que a boa nova da autonomia financeira chegue a todo o Egito,  pois sem dúvida que os construtores de pirâmides são homens honrados!

Ao humilde é-lhe apenas pedido que empregue alguma da sua riqueza como entrada no projeto, e que mensalmente pague tributo para que se possa melhorar enquanto construtor de pirâmides. O honorário pode, no entanto, ser aliviado: Caso o habitante do nilo, agora feito novo construtor de pirâmides, depois de ter empenhado o que de pouco tinha, convença os seus similares a, também eles, ingressarem, sob as mesmas perspectivas de fortuna. Felizmente construtores de pirâmides são homens honrados!

No final dos dias, sob a presença  dos deuses, enfrenta-se o julgamento. Não questiono se o vosso coração equilibrará o peso da pena. Questiono-me como certos homens e mulheres vivem com o peso da sua consciência. Mas não os novos  construtores de pirâmides e todos os que os precederam, pois todos  são homens honrados!

Leave a Reply