As Jornadas de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (JEEC), que este ano irão decorrer de 15 a 19 de março, são a feira de empresas realizada há mais de 20 anos pelos estudantes do curso homónimo. Estivemos à conversa com o Tomás Bessa, do departamento responsável pelo contacto empresarial, e com o Eduardo Cunha, membro do departamento de Marketing com o objetivo de compreender como este evento se irá realizar no contexto pandémico atual.

Autoria: Francisco Nogueira, MECD(IST) & Inês Xavier, MEBiom (IST)

Como aquilo que é esperado, para quebrar o gelo, começámos por questionar o mais importante: o que são e qual o objetivo das JEEC. A isto o Tomás respondeu que “o objetivo deste evento é aproximar o mundo empresarial do mundo dos alunos” e reconheceu que há perguntas fundamentais que atormentam constantemente a cabeça dos alunos, como “o que há depois do curso? Que perspetivas de trabalho têm os estudantes?”. Ao mesmo tempo considera que não existe um forte contacto entre empresas e alunos e por isso mesmo é essencial haver este tipo de iniciativas.

Perguntámos de que forma iriam estar organizadas as JEEC este ano letivo, ao que o Tomás respondeu que iria haver 4 tipos de actividades. Começando pela tradicional feira de emprego, a atividade principal onde os alunos podem entrar em contacto direto com as empresas do seu interesse, as palestras 15/15, com 15 minutos para apresentação de um projeto e 15 minutos de Q&A, os workshops de temas como programação, 5G ou competências transversais e atividades de matchmaking, uma oportunidade para se conversar com as empresas de maneira  mais informal e no backstage que permite procurar por estágios ou oportunidades de trabalho, sendo esta uma atividade naturalmente mais focada em alunos de mestrado. As duas primeiras atividades são de entrada livre, enquanto as últimas duas requerem uma inscrição prévia.

Dado o contexto pandémico, perguntámos quais as expectativas da comissão organizadora em relação à adaptação online, ao qual o Tomás respondeu que o atual formato desta iniciativa não é novo, uma vez que já foi experimentado no inverno de 2020 como substituição do evento que costuma decorrer em março, tendo recebido um feedback positivo.

Quando questionados acerca de quais as vantagens e desvantagens do formato online em relação ao presencial, o Eduardo salientou, no que toca às vantagens, que os alunos que já têm interesse no evento, têm muito mais facilidade em aceder às atividades, porque, sendo o formato online, é tudo mais acessível. Existe também mais equilíbrio de horários, é mais fácil a partilha de informação direta e os participantes sentem-se menos inibidos. O Tomás acrescentou que, nos contactos com as empresas, “basta enviar as informações por chat e está tudo guardado” e que “em termos de correspondência é tudo mais fácil.”

 O Eduardo respondeu, em relação às desvantagens, que não havia tanto contacto entre os alunos e as empresas e relatou a dificuldade de exposição das jornadas aos alunos, pela falta da tenda, chamativa àqueles que passavam entre as aulas. Tomás acrescentou que “o formato online é muito incerto porque nunca temos certeza de quem vai e quem não vai”. Antes tinham equipas de divulgação durante o evento, mas agora têm de confiar mais no aluno para saber se ele vai efetivamente participar ou não.  Acrescentou que “este ano a edição vai ser totalmente online, pelo que vai ser mais difícil. Obrigou-nos a planear tudo de forma mais interativa, uma vez que este formato não traz a intimidade que traz o contacto pessoal. Por isso desenvolvemos uma aplicação”.

O Eduardo disse ainda que esta app era importante para colmatar a falta de interação entre alunos e empresas. Esta ideia já tinha começado a ser pensada há algum tempo e teve o apoio da equipa de desenvolvimento das jornadas. As vantagens desta aplicação são o facto de servir como um hub que permite aceder às diferentes atividades, permitindo ainda comunicar com as empresas através de um chat próprio. Para além disso, é através da app, para além do website próprio, que se pode aceder ao horário do programa e às respetivas sessões Zoom.

“Achámos que era preciso arranjar uma forma especial de atrair os alunos para as jornadas. Para isso transformaram-se as jornadas num jogo, em que os participantes ao irem a cada atividade ganham XP e podem subir de nível. Irá haver prémios diários e um “JEECpot” no final da semana que inclui um prémio de equipa e individual. Isto tudo para permitir que a experiência seja mais chamativa, o que é bom, tanto para os alunos, como para as empresas.” A app já se encontra disponível tanto para Android como para iOS.

Perguntámos qual era o critério da organização para escolher empresas e oradores, ao que o Eduardo respondeu que este critério tem sempre como base o feedback dos alunos dos anos anteriores, tendo em conta aquilo que gostaram e os temas em que demonstraram mais vontade de participar e aprender. Para além disso, existe o cuidado de trazer empresas das várias áreas de mestrado de MEEC. Este ponto é bastante relevante porque, apesar de a distribuição de alunos por cada área não ser homogénea, é importante que todos possam participar.

O Tomás acrescentou que há ainda empresas que por iniciativa própria contactam a organização das JEEC, como é o caso, este ano, da Crossjoin, a Linkare e a Fidelidade.

Todos os anos temos um critério de satisfação para avaliar a experiência das empresas e o contacto com os alunos, o que nos permite avaliar as empresas que queremos manter. Há sempre empresas novas, para além da grande lista de empresas que já nos conhecem. Tentamos sempre que as pessoas contribuam com o seu lado mais técnico, que é aquilo que consideramos mais importante para os alunos. A vertente de recursos humanos,que as empresas muitas vezes querem trazer, acaba por ter menos contacto com aquilo que os alunos realmente querem saber.” Foi desta forma que terminámos a entrevista, à qual acrescentamos um apelo à participação numas JEEC que prometem, sem dúvida, ser inovadoras.

Recursos

Site: https://jeec.ist

Instagram: https://www.instagram.com/jeec.ist/

Facebook: https://www.facebook.com/JEECIST/

Linkedin: https://www.linkedin.com/company/jeecist/mycompany/

Leave a Reply